Após a aprovação do texto-base da Reforma da Previdência, a Câmara dos Deputados começou a destruir a reforma nesta quinta-feira (11). A primeira emenda neste sentido já foi aprovada pelos deputados.

Entretanto, na quarta votação do dia, os deputados rejeitaram o Destaque n° 14 do PSOL por 326 votos a 164.

O destaque visava eliminar da reforma a previsão de que o abono salarial será pago somente para empregados de baixa renda (salários até R$ 1.364,43). Hojo o benefício é pago aos trabalhadores que recebem até dois salários mínimos (R$ 1.996,00).

Se o destaque fosse aprovado, a economia prevista com a reforma seria reduzida em R$ 90 bilhões.

Ainda haverá a votação de outros destaques ao texto-base aprovado ontem. Enquanto alguns visam privilegiar funcionários públicos (saiba mais aqui), outros praticamente acabam com a reforma recém-aprovada no plenário da Câmara.

A guerra pela aprovação da Reforma da Previdência continua. Faça parte: clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like