Com uma dívida superior a R$ 4 milhões graças à campanha eleitoral, o Partido dos Trabalhadores (PT) cortará custos. Viagens de funcionários e dirigentes serão suspensas até janeiro e a folha de pagamento do diretório nacional será revista, incluindo os aluguéis e contratos com prestadores de serviços.

De acordo com os petistas, o dinheiro do Fundo Partidário, R$ 93 milhões em 2019, é insuficiente para honrar os compromissos do ano. Dessa forma, o PT planeja lançar uma nova vaquinha online para obter dinheiro dos políticos e apoiadores do partido.

As ações que o PT enfrenta na Justiça também preocupam. Na principal ação, a Procuradoria-Geral da República pede a devolução de R$ 19 milhões do Fundo Eleitoral gastos no período em que o presidiário Lula fingiu que seria candidato à presidente mesmo sabendo que a Lei da Ficha Limpa impediria suas pretensões.

Com informações da Folha

A guerra pela aprovação da Reforma da Previdência continua. Faça parte: clique aqui

5 comments
  1. Sabe que essa história de “Vaquinha” é conversa fiada, né? Ninguém doa dinheiro dessa forma para um partido político… Ainda mais um partido com tamanha reputação de corrupto. Isso ai nada mais é do que uma parte da manobra para lavar o dinheiro sujo. Eles “doam” o dinheiro sujo de forma anônima e sem possibilidade de rastreamento para eles próprios, e o dinheiro entra na conta limpo e livre de problemas.

    1. tem toda rezão Daniel, dessa gente do PT. Não podemos esperá nada de bom. Eles estão sem credibilidade mais não param com a falta de ética.

Deixe uma resposta para Jcesterque Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like