Em entrevista coletiva realizada com jornalistas estrangeiros na última quarta-feira (10), o candidato do PT à presidência da República, Fernando Haddad, fugiu de uma pergunta sobre a ditadura socialista da Venezuela e afirmou que o Brasil não deve intervir naquele país.

Questionado sobre a Venezuela ser uma democracia ou uma ditadura, Haddad focou em falar sobre o partido da sua vice: “no Brasil o PCdoB sempre esteve do lado das forças democráticas, nunca teve do lado do obscurantismo”.

Haddad completou: “nós temos que retomar a boa diplomacia brasileira, a diplomacia que não se envolve em conflitos internos, não… respeita a autodeterminação dos povos, mas exerce a liderança”. Confira:

Contribua com o trabalho da Agência Caneta: clique aqui

2 comments
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like