O mês de maio começou com mais um jornal reduzindo suas operações rumo à extinção.

O Jornal Metro encerrou suas operações nas cidades do Rio de Janeiro, Brasília e Campinas. No total, 12 pessoas foram demitidas, incluindo jornalistas, estagiários e freelancers. O motivo foi financeiro: nenhuma das três unidades dava lucro para a empresa.

As edições do Rio de Janeiro e Campinas existiam há aproximadamente 9 anos, enquanto a edição em Brasília existia há 7 anos. A edição de São Paulo, por enquanto, continua funcionando normalmente.

4 comments
  1. Eu Notei que as pessoas, cada vez menos, pegam o jornal no metrô, e ainda, se o pegam, mais a frente você o vê descartado, ou seja, é pelos frutos que se conhece uma árvore, e pela raiz é que se sabe se ela vai permanecer de pé, ou se irá cair.

  2. E olha que o metro era de graça e mesmo assim o lacre e a falta de credibilidade do jornaleiros br afundaram e vão continuar afundando o metro! Infelizmente a band que é guardiã do metro no Brasil não conseguiu convencer que sangue no papel vende mais que editoral do lacre francês.
    Que a mídia tradicional de extrema esquerda continue morrendo a míngua.
    Ps: Porto alegre ainda destribui esse pasquim ou já fechou a muito tempo e eu não me dei conta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like