Uma análise baseada nas pesquisas do Ibope e do Datafolha feita pelo matemático Sérgio Wechsler, professor da Universidade de São Paulo (USP) e PhD em Estatística pela Universidade de Berkeley, afirmou que Fernando Haddad (PT) teria 99,96% de chances de ser eleito o novo presidente do Brasil no segundo turno. O “estudo” foi divulgado há três semanas por Gester Oliveira, ex-presidente do Cade durante o governo FHC, em sua coluna no UOL.

No relatório encomendado pela consultoria GO Associados (controlada por Gester), o professor Wechsler analisou as pesquisas divulgadas até 24 de setembro. Segundo ele, havia 76% de probabilidade de um segundo turno entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) – nisso ele acertou. O problema foi a previsão posterior:

“No 2º. turno, Bolsonaro perderia para Fernando Haddad: o candidato petista tem formidáveis 99,96% de chances de bater Bolsonaro na disputa final. Considerados os dois turnos, Haddad tem 99,4% de probabilidade de ser o próximo presidente da República”, disse o professor da USP, que utilizou a abordagem bayesiana para construir a matriz de probabilidades. Ainda segundo o matemático, Bolsonaro teria “reduzidíssimas chances de ser eleito” e até Ciro Gomes teria “mais chance que Bolsonaro de subir a rampa”.

Três semanas depois, a pesquisa Ibope mais recente, divulgada ontem (15), mostrou que Bolsonaro tem 59% das intenções de votos válidos contra 41% de Haddad.

Chance dos candidatos serem eleitos segundo a análise do professor de matemática da USP: sugundo ele, Bolsonaro tinha apenas 0,04% de chance de ser eleito presidente
A guerra pela aprovação da Reforma da Previdência continua. Faça parte: clique aqui

47 comments
  1. por isto que os alunos de lá aprendem tudo de como ficar pelados fumando maconha na escola, mas não sabem nada de matemática.

  2. Sou formado em economia pela Faculdade ESUDA e Matemático , porém prévia a eleição de Bolsonaro já no 1° turno, tinha a plena convicção que BOLSONARO iria ser Presidente do Brasil

  3. Esse “matemático” tem muito é o quê o boi tem. Ele é ridículo!!! é uma vergonha nacional como os institutos de pesquisa e a imprensa é a mesma coisa. Tudo farinha do mesmo saco.

  4. Ele trabalha pra os institutos IBOPE e DataFolha, por isso esses institutos sabem menos que alunos formados nas escolas do PT. O IBOPE fez uma pesquisa a 3 dias do 2° turno com Haddad na frente de Bolsonaro na cidade de São Paulo com 51×49% na apuração deu 63% para o Bolsonaro, nunca mudou, o que aconteceu foi o que vimos desses institutos a campanha inteira, Fraudes!!! Agora tem que vir a punição.

  5. Nem da p/chamar uma merda dessas de matemático ne?é sim o pai da inbecilidade puta que pariu se outros formados pela USP seguem essa linha ai ja viu que credibilidade terão?

  6. Meu Deus que Matemático é esse? Sera que ele estudou na Escola de Formação do Lula? Ah! Esse ai é PHD em porcaria nenhuma viu? Vai ser matemático e petista na puta que pariu.

  7. É que quando o entrevistador pergunta pra quem você vai votar, o candidato fala que é pro BOLSONARO ele não creditação a entrevista

  8. Mais um petista burro!! Eu sinceramente não sei o que se passa na cabeça de um petista, não sei em que mundo que vive esse povo ignorante e mentirosos..
    Meu Deus!

  9. Matematicuzinho mequetrefe klkkk isso porque é da USP, imagina se não fosse ahahahaha, ai ai viu!!!!!

  10. Dessa vez, Epicuro, Aristarco, Euclides, Thales de mileto se remexeram no túmulo. Caraca….. USP, Berkeley…. e eu acreditando na seriedade desses “excelentes centros do saber e do livre pensar… “

  11. 111% sofisma. E 100% errado. Nada como a realidade para confrontar a má-fé, pois me recuso acreditar q seja ignorância.

  12. ESSES PATIFES SÓ ESQUECEM QUE PESSOAS NÃO SÃO NÚMEROS FOI AÍ QUE SE FUDERAM ACHAVAM QUE IAM CONSEGUOR FRAUDAR AS URNAS EM SEU FAVOR EM 100% O MÁXIMO QUE CONSEGUIRAM FRAUDAR FOI 50 % E MESMO ASSIM SE FERRARAM

Deixe uma resposta para Marcos Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like