Após a pífia campanha presidencial de Marina Silva, o partido dela, a “Rede Sustentabilidade”, será extinto. A Rede só conseguiu eleger uma deputada, a indígena Joenia Wapichana, de Roraima, o que é insuficiente – de acordo com a cláusula de barreira aprovada pelo Congresso em 2017 – para obter recursos do fundo partidário e ter direito à propaganda eleitoral de rádio e televisão.

Vice de Marina na última eleição, Eduardo Jorge ofereceu uma fusão com o PV, partido do qual Marina saiu para fundar a Rede. Entretanto, a Lei dos Partidos Políticos (artigo 29) impede a fusão ou incorporação de partidos políticos que tenham obtido o registro há menos de cinco anos. É o caso da Rede, cujo registro foi aprovado pelo TSE no dia 22 de setembro de 2015.

Ou seja: o partido de Marina será extinto e seus integrantes se espalharão por determinados partidos. A decisão final sobre o tema será tomada ainda em 2018.

Contribua com o trabalho da Agência Caneta: clique aqui

27 comments
  1. SE NÃO SAÍSSE ESSA NOTÍCIA, NINGUÉM NEM IRIA MAIS LEMBRAR DESSES PESOS MORTOS, QUANTA MERDA SE PRODUZIU NESSE PAÍS, QUANTA VERGONHA E HUMILHAÇÃO NOSSO POVO TOLEROU DESSES MALDITOS ESQUERDOPATAS.

  2. Minha opiniao era qui envez dessa ruma de partido qui nao serve pra nada so pra corronper o brasil fosse dividido em dois esquerda direita porquer essa historia de protejer isso aquilo nao passa de balela

  3. Todos os partidos reconhecidos como boi de piranha tinham que acabar. Não servem para nada, são feitos para encobrir movimentos segregacionais.
    Pelo fim do PCdoB, PCO, PSTU e outros sanguessugas.

  4. Bom se ela quer continuar a defender a causa do meio ambiente nada a impede para isso não precisa de partido e ela veio do PV se quiser continuar a fazer isso porque é importante que continue fazendo mas se tem pretensões políticas que o faça no PV.

  5. O partido Rede elegou 5 senadores, mesmo sendo um partido pequeno. O país se alimenta dos mesmos partidos, das mesmas políticas antigas , não concordo com a extinção de partidos pequenos, pelo contrário, precisam de incentivo, buscando gente nova e ideologias diferentes. Ah! Marina foi vereadora, senadora, ministra e um grande nome como ambientarista, conhecida internacionalmente! Mais respeito a esta grande mulher. Lêem mais.

    1. Já vai tarde! Este monte de partido só serve para confundir o eleitorado. No final das contas, comunas, como ela, defendem os outros comuns. E os de direita, igualmente apoiam seus pares.
      Voltemos dos bons tempos de ARENA e MDB.

    2. Essa é aquela q só aparece qd tem eleição pra presidente e nunca consegue nada? Contraditória e só sabe criticar, mas é uma apagada? ‘Respeito” temos, mas pode ir embora q não faz diferença.

  6. Como que a marina iria cuidar das crianças, se nem do filho(REDE) de apenas 3 aninhos ela conseguiu cuidar? Kkkkkkkkkkkkkkk
    Dessa nos nos livramos !!

  7. Que vá para o inferno! Esse negócio de defesa da mulher, defesa disso e aquilo, isso, tem que acabar! Nos últimos 30 anos a mulher mais perdeu! Esse negócio de defender minorias, é uma forma de dividir a sociedade e promover o caos!

      1. Ótimo questionamento este, passam o tempo todo defendendo minorias disto e daquilo, mas no final dependem da maioria para se elegerem engraçado não????
        Será que um dia esta corja cai se tocar?

  8. Quem deveria ser extinto, é esta mulher latifunfiaria junto com o marido, 2 espertos, que vivem da ignorância alheia, ela já era, sua cara inspira pena, não é de confiança, falsa, traidora, tudo de ruim em um político, está nela..

  9. Quem deveria ser extinto, é esta mulher lstifunfiaria junto com o marido, 2 espertos, que vivem da ignorância alheia, ela já era, sua cara inspira pena, não é de confiança, falsa, traidora, tudo de ruim em um político, está nela.. deveriam é extingui-la

  10. O REDE está decidindo seguir carreira solo mesmo sem o fundo partidário. Será um desafio, mas eu defendo que o partido continue a existir porque ainda é uma ideia nova de relação entre um partido e suas bases. Mas temos boas chances durante o governo de Bolsonaro, porque ele não levantou bandeira em defesa do Meio Ambiente, pelo contrário, quer acabar com as políticas ambientais. Outra frente será a luta pelas minorias, pelos direitos das mulheres e contra a polarização crescente. Se posicionarmos o REDE neste vácuo temos grandes chances de crescimento.

  11. O partido pode até ser extinto,mas não é verdade que só elegeu uma deputada. Aqui em Sergipe, foram eleitos pela REDE Kitty Lima (Deputada Estadual) e o Delegado Alessandro Vireira (Senador)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like