Por 10 votos, o veto à socialização dos custos das bagagens aéreas foi mantido.

Foram 247 votos dos deputados federais contra o veto e 187 votos a favor. Eram precisos 257 votos na Câmara para derrubar o veto.

Com a votação dos deputados, o veto foi mantido sem precisar ser analisado pelos senadores.

Não há bagagem grátis!

A guerra pela aprovação da Reforma da Previdência continua. Faça parte: clique aqui

1 comment
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like