Com pouco mais de seis meses de existência, o programa “Superpoderosas”, apresentado pela feminista Natália Leite, foi extinto pela Band nesta segunda-feira (05). Em seu lugar a emissora estreou o “Verão Animado” com desenhos infantis.

Surgido no dia 09 de abril deste ano, o “Superpoderosas” focava no “empoderamento da mulher brasileira” e era transmitido ao vivo das 9h50 às 11 horas. “Tem gente que não entende o que significa ser feminista e acha que ser feminista é ser contra homem, ser radical. E não é isso. Mas, definitivamente, eu sou uma feminista”, afirmou a ex-apresentadora Natalia pouco antes da estreia do programa.

Em seu curto tempo de existência, o “Superpoderosas” lacrou a audiência da Band. De acordo com dados do Kantar Ibope, o programa chegou a dar 0 pontos de audiência no Rio de Janeiro e 0,1 pontos em São Paulo, uma audiência (7 mil visualizações) menor do que os vídeos do canal da Caneta no Youtube. O programa lacrou tanto que, por diversas vezes, teve menos audiência do que RedeTV!, TV Gazeta e até a estatal TV Brasil (apelidada de “TV traço” pela ausência de audiência).

Segundo comunicado oficial da emissora, “com a aproximação do final do ano e do início das férias escolares, a Band incrementa a programação para atender o público infantil”. Por ora, o programa de receitas Cozinha do Bork segue no ar com reprises, mas também deverá sair da grade para dar lugar aos desenhos animados.

Há a expectativa de que a Band oficialize um acordo com a Disney, que não renovou contrato com o SBT, e passe a exibir o conteúdo infantil produzido pela empresa.

Contribua com o trabalho da Agência Caneta: clique aqui

8 comments
  1. O verbo LACRAR, em gíria brasileira significa FAZER SUCESSO, portanto está sendo mal utilizado no artigo, onde fala que o programa XXX LACROU com zero de audiência.

  2. Só feminista mesmo pra estar em casa na frente da TV durante a semana no horário das 9 às 11 da manhã. Mulher mesmo está fazendo alguma coisa útil nesse horário. Tem.um emprego/atividade fora de casa ou está cuidando dos afazeres domésticos/familiares. Feminista tem tempo de sobra pra não fazer nada e ficar aprendendo na TV como se “empoderar”. O que está que aconteceu? Faltou feminista prs assistir? Ah, é verdade. Nesse horário a maioria das feministas ainda está dormindo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like