O PL 5029/2019 que abre uma brecha para aumentar o fundão eleitoral já entrou na pauta de votação do plenário da Câmara nesta quarta-feira (18).

O projeto foi alterado hoje (17) pelos senadores. A nova versão retirou todas as aberrações previstas no projeto anterior – como a liberdade para os partidos utilizarem o fundo eleitoral para contratar advogados e praticar Caixa 2 – mas o projeto original ainda poderá ser retomado pelos deputados.

Mesmo a versão aprovada pelos senadores é uma aberração: o texto estabelece que o fundão eleitoral será um percentual do total de emendas de bancada estadual que será definido no orçamento, o que permite um aumento ilimitado do valor a ser torrado pelos políticos no período eleitoral.

Especula-se que a ideia seja aumentar o fundão de R$ 1,7 bilhão para R$ 3,7 bilhões no orçamento, tudo 100% financiado pelos pagadores de impostos brasileiros.

Rodrigo Maia quer enfiar fundão no povo brasileiro bem rápido. E sem cuspe.

A guerra pela aprovação da Reforma da Previdência continua. Faça parte: clique aqui

1 comment
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like