Sem imposto sindical, CUT vende prédio e demite sindicalistas para sobreviver admineta

A Central Única dos Trabalhadores (CUT), maior central sindical do país e apoiadora incondicional do Partido dos Trabalhadores (PT), está em crise. Sem o dinheiro tomado a força dos trabalhadores por meio do imposto sindical, os sindicalistas estão tendo que fazer o que mais temiam: pagar de gastar o dinheiro alheio.

Para obter dinheiro, a entidade sairá do prédio próprio no bairro do Brás, em São Paulo, sua sede há 23 anos, para se mudar para um prédio no centro antigo da cidade. No fim de julho, a Executiva da CUT aprovou a venda do local. Avaliado em R$ 40 milhões, o imóvel com sete andares está sendo negociado com a Igreja Mundial do Poder de Deus, que ocupa um quarteirão inteiro do outro lado da rua.

A reforma trabalhista que acabou com a mamata sindical atingiu em cheio a CUT.  Entre janeiro a agosto de 2017, antes da reforma trabalhista, a CUT recebeu R$ 54 milhões do imposto sindical. No mesmo período deste ano, a entidade recebeu R$ 2,5 milhões, uma queda de 95%. Como resultado, a central sindical lançou um Plano de Desligamento Incentivado que demitiu 65 pessoas, cerca de 45% dos sindicalistas.

A CUT estuda até ter patrocínios no seu website. “Acabou o recurso, você precisa se adaptar, não tem jeito”, afirmou o presidente da central sindical, Vagner Freitas. É a nova era.

Com informações da Época

Contribua com o trabalho da Agência Caneta: clique aqui

19 comments
  1. Trabalho em duas empresas.sempre negociei o meu salário e nunca precisei desse sindicado porcaria pra me ajudar ou me representar.trabalhador não precisa de síndico,sabemos o que é melhor para nossas carreiras. A era do mi mi mi está acabando,o problema é que a grande parte que tem uma mentalidade esquerdista não quer trabalhar,eu entrevisto varios,olha chaga dá vergonha…

  2. Bla, bla bla… Vão trabalhar seus vagabundos. Eu sempre trabalhei e graças a Deus pago as minhas contas, simples assim. Ah 2019!!! vem, vem junto, ordem e progresso para nosso sofrido Brasil, vem segurança, vem turismo, vem emprego… Vem futuro, de preferência, sem corrupção, sem STF para bandidos.

  3. Estes vagabundos só serve pra sugar os contribuintes..não trabalham vivem de boa vida..alias se jogar uma carteira profissional pra cada um eles matam quem jogar….Nunca usaram uma..bando de sanguessugas

  4. Se 65 pelegos Somão 45% então deveria ter em torno de 140 pelegueiros, realmente são muitos pelegueiros para serem custiados com apenas 2,5 milhões de reais, em seis meses.
    Coloque isso na mão de um bom empresário e peço a ele para produzir empregos e renda nos mesmos seis meses, e verás a diferença.

  5. É muito triste que tem trabalhador que pensa desse jeito.Sem um representante que coloca a cara ficou pior pois quero vê o patrão negociar com o empregado com justiça ,ele não vai propor nada e vai esperar o trabalhador pedir,sem uma garantia o trabalhador não pede e fica mais escravo ainda.E se pedir é o próximo a ser demitido.Quem vai representar ele?

    1. Nunca precisei desses pelegos. Sempre busquei estudar e me profissionalizar pra conquistar meus aumentos. Na crise de 2012 onde esses desgraçados estavam pra me ajudar em não ficar dois anos parado??? Por mim, pode fechar tudo.

  6. Olha só dessa mamata lembre-se que o governo federal ficava com 40% de forma compulsória ou seja, o FGTS dos trabalhadores possui parte e imposto sindical vcs não sabiam disso né , a FIESP dos patrões recolhem como imposto sindical 14 bilhões ano em quanto todos os sindicatos e centrais de trabalhadores recolhiam 2 bilhões onde 40 % vai pro FGTS e governo federal e depois só os sindicatos são ladrões , eita pessoal sem informação e que acha que os empregadores tem o direito de roubar e sonegar e que os trabalhadores são todos ladrões ,logo vai voltar a escravidão e vcs vão bater palma e falar que todo negro é vagabundo e ladrão né …

  7. Agora esses sindicatos estão sentindo na pele o que as empresas passam, os funcionários deveriam entrar em greve, e pedir a recontratação, fazer com eles o que eles fazem ou faziam com as empresas, esses sindicatos só causaram demissões e discórdia entre patrões e empregados, que fechem as portas mesmo.

  8. Importante que o órgão autorizado por lei ficalize e apure onde enfiaram os cerca de meio bilhao de reais recebidos nos mais de 13 anos de governos petistas atraves do imposto. Sindical.

  9. não deve ser falta de dinheiro, mas falta de dinheiro contabilizado. tem muito dinheiro desviado pela corrupção que ainda não foi recuperado, a maioria nem será. este tipo de dinheiro não serve para pagar salários e impostos.

  10. Por que estão demitindo?
    Quando uma empresa entra em crise ou em dificuldade financeira eles brigam querendo vedar as demissões, mesmo que por sobrevivência.
    Agora eles têm de passar pelo menos uma parte do que os empresários passam, que é a dificuldade financeira e o desafio de se manterem de pé. Mas eles não têm a pressão dos sindicatos.
    Que trabalhem de agora em diante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like