Hoje, no dia 8 de setembro de 2022, o mundo perdeu uma das maiores lideranças da história da humanidade. A rainha do Reino Unido e de mais 14 estados independentes, Elizabeth II, faleceu hoje aos 96 anos após ter sido governante por 70 anos, sendo considerada a chefe de estado mais longeva da história. O falecimento da monarca gerou homenagens por parte de líderes políticos dos mais diversos partidos e ideologias no mundo inteiro.

No entanto, no Brasil, parte da esquerda brasileira mais uma vez decidiu mostrar a sua real face ao comemorar a morte da rainha. Uma série de influenciadores e representantes da esquerda política brasileira decidiram tirar o dia para destilar ódio e aplaudir uma fatalidade.

O advogado criminalista e candidato a vice-governador pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB) da Bahia, João Coimbra, fez uma série de tweets comemorando o ocorrido.

Tais atos de insensibilidade e desumanidade não são novidade por parte do advogado em questão, visto que o mesmo se tornou famoso ano passado por ter comemorado a morte do ex-prefeito de São Paulo Bruno Covas.

O youtuber Jones Manoel, candidato a governador de Pernambuco pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB), também comemorou a morte da monarca.

Já o candidato a governador de São Paulo pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB), Gabriel Colombo, chegou a lamentar que a morte de Elizabeth II “tenha demorado e não tenha sido pelas mãos da classe trabalhadora”.

Outros influenciadores da esquerdosfera como Camarada Hidalgo, João Carvalho, Laura Sabino e Lucas Rubio também comemoram a morte da monarca:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You May Also Like