Bandidos que degolaram eleitor de Bolsonaro são presos; velha mídia ignora o crime admineta

Os três criminosos que assassinaram e degolaram um pai de família que votou em Jair Bolsonaro foram presos preventivamente e autuados por homicídio qualificado nesta quinta-feira (08) em Fortaleza-CE.

Michel de Freitas dos Santos, José Magno Marques de Sousa e Thiago da Silva Monteiro são integrantes da facção criminosa Guardiões do Estado (GDE) e teriam matado pai de família por ele ter votado em Bolsonaro. O homem foi retirado a força de casa e levado até um matagal onde foi algemado, executado a tiros e decapitado.

Conforme a 17ª Vara Criminal, os fatos demonstram a audácia e desajuste comportamental dos custodiados. “Sendo possível conceber que, soltos, poderão voltar a ter atitudes socialmente perigosas e colocar em risco a vida e a integridade física dos cidadãos”, afirma a decisão que autorizou a prisão preventiva.

Mesmo tendo sido um crime brutal cometido por membros de uma facção criminosa e com motivação eleitoral durante as eleições, a velha mídia simplesmente ignorou o assassinato. Jornais, revistas e canais de televisão de grande circulação nacional não noticiaram o crime. A Caneta, ao contrário, não apenas deu destaque ao homicídio como divulgou o vídeo de um dos bandidos assumindo o crime:

Contribua com o trabalho da Agência Caneta: clique aqui

1 comment
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like