Chamado de “nazista” pela esquerda, Bolsonaro vence no estado judeu admineta

Os eleitores brasileiros que moram em Israel, o estado judeu, discordaram da esquerda que chama Bolsonaro de “nazista”.

Foram 539 votantes em três urnas eletrônicas na cidade de Tel Aviv, sendo que 77,27% deles (391) votaram em Bolsonaro e 22,73% (115) votaram em Fernando Haddad.

Contribua com o trabalho da Agência Caneta: clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like