O editor-executivo do Intercept Brasil e diretor da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo), Leandro Demori, mentiu sobre a fonte das “mensagens” que o site de extrema-esquerda vem publicando.

Em resposta a um seguidor comentando fala de Marcelo Tas (“disse que o Intercept deu a entender que havia sido um whistleblower), Demori afirmou que “tá errado isso aí, jamais falamos isso”.

Entretanto, há pouco mais de um mês, Demori afirmou: “O que o Intercept faz é publicar informações vazadas por um whistleblower”.

Um whistleblower é aquele que denuncia, de boa fé, irregularidades que tenha presenciado ou conhecido dentro de uma organização pública ou privada. Um criminoso que invade contas de centenas de autoridades para roubar informações, como é o caso da fonte do Intercept, é apenas um criminoso.

A guerra pela aprovação da Reforma da Previdência continua. Faça parte: clique aqui

80 comments
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like