Nas últimas 24 horas, desde que as manifestações contra a ditadura socialista de Nicolás Maduro começaram a ser organizadas, ao menos 18 pessoas foram assassinadas pela ditadura venezuelana.

Tendo como ponto alto o juramento de Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela, feito na capital Caracas e posteriormente reconhecido por diversos países, incluindo o Brasil, as manifestações ocorreram em 50 diferentes pontos da Venezuela.

Os assassinatos cometidos pela ditadura foram registrados no Distrito Federal (3) e nos estados de Bolívar (4), Barinas (4), Amazonas (2), Táchira (2), Monagas (2) e Portuguesa (1).

Os mortos já identificados incluem Juan Rafael Medina Torres (19 anos, morto a tiros), Pedro Díaz (24 anos, assassinado com um tiro na cabeça) e Andrés Rafael Rodríguez Oliveros (24 anos, morto com diversos tiros pelo corpo).

Há registro de pelo menos 40 feridos. Outras 109 pessoas foram presas pela ditadura socialista somente hoje.

A guerra pela aprovação da Reforma da Previdência continua. Faça parte: clique aqui

4 comments
  1. Concordo plenamente com cada palavra dita neste texto , graças a Deus o povo Brasileiro acordou e nosso exército no foi corrompido pelo tal governo socialista/comunista.

  2. Odioso, sujo em suas atitudes . assassino..comprou as forças armadas de su país, deu uma rede de televisão, um campo de mineração..e assim tem costas quentes. Está gordo feito um suíno, enquanto seu povo morre de fome!..um verdadeiro anti Cristo, como todos líderes do comunismo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like