Se hoje o americano Glenn Greenwald ganha a vida divulgando supostas mensagens obtidas de forma ilegal por uma fonte “anônima” (ou nem tão anônima assim), o passado do “jornalista” como advogado nos EUA é bem diferente: Glenn se empenhou por cinco anos defendendo, de graça, o líder neonazista Matthew “Matt” Hale.

Hale ingressou em 1992 na “Igreja do Criador”, um grupo neonazista que defendia a necessidade de uma “guerra santa racial” para que houvesse um “mundo branco” sem judeus, asiáticos e negros. Após o fundador do grupo cometer suicídio, Hale criou uma nova “igreja”, a “Igreja Mundial do Criador”, e foi apontado pelos conselheiros do grupo como “pontífice máximo” em 1996.

No dia 30 de junho de 1999, o comitê de avaliação da Associação de Advogados de Illinois recusou o pedido de Hale para advogar no estado por falta de “caráter moral”. Dois dias depois, um dos membros da “Igreja Mundial do Criador” e testemunha pró-Hale no comitê, Benjamin Smith, começou uma série de atentados que durou três dias. Primeiro, atirou e feriu nove judeus ortodoxos que saíam de uma sinagoga em Chicago. Depois matou um negro em Illinois – na frente de dois filho dele – e um estudante universitário coreano que estava a caminho de uma igreja metodista em Indiana. Outras nove pessoas foram feriadas no dia 04 de julho até que os atentados termiram quando Smith foi perseguido pela polícia de Illinois e se matou.

Três sobreviventes dos atentados entraram com ações judiciais contra Hale, o “pontífice máximo” do grupo neonazista. Em uma ação federal, um pastor atingido com três tiros durante um dos atentados afirmou que Hale enconrajou e conspirou para “cometer atos de violência genocida em nome de uma ‘guerra santa racial’ contra negros, judeus, asiáticos e outros grupos étnicos”. Já numa ação estadual em Chicago, dois judeus ortodoxos que também foram vítimas dos atentados alegaram que Hale ordenou que Smith atacasse grupos miniritários. Na ocasião, o então advogado do líder neonazista, Glenn Greenwald, afirmou: “Eu acho que essas pessoas por trás dessas ações judiciais são tão odiosas e repugnantes que isso me motiva”. Sim, Glenn criticou as vítimas dos atentados por entrarem com uma ação judicial contra o líder neonazista.

Detalhe: aquele que viria a se tornar um assassino em série, Benjamin Smith, afirmou ao testemunhar a favor do pedido de advocacia de Hale em Illinois que ele foi guiado espiritualmente pelo líder neonazista defendido por Glenn. “Ele me guiou espiritualmente… Quando o encontrei pela primeira vez, eu não tinha certeza do que eu queria fazer com a minha vida, em que direção eu iria”. Após os atentados, amigos de Smith afirmaram à polícia que ele dizia que seria um “mártir” da guerra santa racial.

No ano seguinte (2000), em fala ao Los Angeles Times, Glenn voltou a defender a existência do grupo neonazista. Segundo ele, os grupos de direitos civis “afirmaram que têm como objetivo… falir esses grupos de ódio ao forçá-los a gastar recursos com ações judiciais para que não tenham dinheiro para qualquer outra coisa, o que eu acredito…. que é um abuso do sistema legal”.

O grupo neonazista só seria desmantelado no dia 8 de janeiro de 2003, quando Matt Hale foi preso por conspirar para matar a juíza Joan Lefkow por ter condenado a “igreja” a deixar de utilizar a marca “Igreja do Criador”, registrada anteriormente por um grupo religioso do Oregon. Um informante do FBI no grupo neonazista reuniu uma série de vídeos e áudios mostrando que Matt desejava que ele matasse a juíza. Matt foi considerado culpado em abril de 2004.

Enquanto Matt aguardava a sentença, em fevereiro de 2005 um homem entrou na casa da juíza Joan Lefkow e matou sua mãe e seu marido. Os assassinatos não tiveram relação com o caso Hale, mas foram comemorados pelos apoiadores do grupo neonazista.

Semanas depois, Hale foi condenado a 40 anos de prisão por tramar o assassinato da juíza. Durante o julgamento, além dos áudios e vídeos obtidos pelo informante do FBI, os jurados ouviram uma série de fitas de Hale usando xingamentos raciais, incluindo uma em que Hale fazia piadas sobre os atentados cometidos por Smith. Ainda assim, seu então advogado Glenn Greenwald afirmou ao New York Times que o líder neonazista foi “preso erroneamente”.

Pouco tempo após a condenação do líder neonazista, Glenn largou a advogacia e abriu um blog na Internet, iniciando sua carreira no “jornalismo”. Anos depois, em entrevista ao BuzzFeed, Glenn confirmou que atuou no caso Matt “pro bono” (gratuitamente) porque estava “interessado em defender os princípios políticos em que acreditava”, se referindo à Primeira Emenda à Constituição dos Estados Unidos (liberdade de expressão e religião).

Matt Hale ficará preso até 30 de dezembro de 2037.

Matt Hale, líder neonazista defendido por Glenn Greenwald nos EUA
Precisamos da sua ajuda para que a Reforma da Previdência de 1 trilhão seja aprovada. Clique aqui

26 comments
  1. E você acha que ocorre o que nos nossos tribunais? Só que com o sinal invertido: aconchavos entre os advogados de defesa podero$o$ e os juízes.

    1. Se é! Só é! Quantas gerações serão necessárias até entendermos que até aquele queijo que a madame esqueceu de pegar no supermercado e empaca a fila do caixa é roubo (roubo do tempo do pessoal da fila)? Que estacionar o carro na vaga do deficiente é errado? Que não usar o indicador de direção (pisca-pisca) atrapalha o trânsito? Etc., etc., etc.

  2. NÓS ESTAMOS NA MÃO DOS COMUNISTAS NÃO TEM DÚVIDA, COMEÇOU COM FERNANDO HENRIQUE CARDOSO, E SE ESTABILIZOU COM LULA E DILMA NO PODER.
    MAS CREIO QUE RETOMAREMOS O PODER, AINDA QUE MUITAS VIDAS SE PERCAM É MUITO SANGUE SEJA DERRAMADO, COMO FOI O SANGUE DO PRESIDENTE BOLSONARO.
    MAS EU CREIO NO LIVRAMENTO DO BRASIL, DEUS NOS LIVRARÁ, ATÉ O TEMPO ESTABELECIDO POR ELE.

      1. Fala o jovem que parece “desconhecer” que o PT fez chapa para concorrer a presidência com a Manuela do PCdoB (partido comunista do Brasil) ooo inteligentão…. esse partido pelo menos não mente no nome…

      2. e que ano é na venezuela, cuba, coreia do norte e tantos outros? Esse é daqueles que só é comunismo quando der certo…então nenhum desses paraísos é comunista nesse ano avançadão de 2019.

  3. Resumo de como vai acabar isso: O ex-presidente Molusco vai continuar preso e Moro vai continuar como ministro. Sabe pq? Pq isso ai é tempestade em copo d’água. Vejo que o propósito disso é muito mais de “frear” os projetos do pacote anticrime e da previdência, do que de prejudicar o Moro. Viram nas eleições, né? Eles morriam alegando que o whatsapp estava “comprado” pelo Bolsonaro e etc, que Haddad estava sendo vítima de noticias do wpp e no final o que aconteceu? O TSE multa a campanha do Haddad por impulsionar noticias contra o Bolsonaro…

    1. GOSTEI DE SEU PRONUNCIAMENTO, MUITA EUFORIA E FATOS EIVADOS DE NULIDADE E NÃO LEVAM A LUGAR NENHUM. A INTENÇÃO É DESESTABILIZAR O MUI DIGNO SERGIO MORO, CUJA NAÇAO ESTÁ COMPLETAMENTE COM ELE, HAJA VISTO AS PASSEATAS HAVIDAS E QUE OS ESQUERDISTAS FAZEM QUESTÃO DE “ESQUECER.
      ENFIM, LUGAR DE BANDIDO É NA CADEIA POR FATOS APRECIADOS EM 3 INSTANCIAS.
      NUMA PARADA TODOS ESTAVAM NUM COMPASSO SÓ E UM DELES NO DESCOMPASSO, MAS A MÃE FALOU:OLHA, TÁ TODO MUNDO ERRADO. SÓ MEU FILHO ESTÁ CERTO.

  4. Oooooo grande coisa. 20 anos arras eu acreditava em muitas coisas que hj não tem relevância nenhuma.
    Em 2002 o Brasil todo votou no lula e hj não acredita mais nele… Collor idem e bolsonaro será assim também. ..
    Artigos como esse demonstram claramente a falta de caráter que é inerente a nos brasileiros…
    Parece um vale tudo…

    1. Collor dizia acabar com marajás e era uns dos maiores marajás em Goiás, mas o povo não sabia por não ter informações, foi saber tarde demais. O Lula sempre foi um bandido, caso Celso Daniel foi antes de ele ser presidente mas tinha algo muito na cara mas preferiu não acreditar, fundou foro de São Paulo em 1991 com os ditadores comunistas, sempre uma fala dele de mais de 20 minutos disfala o que ele mesmo falou no próprio discurso ou 3 dias após disfaz o que ele foi aplaudido, as pessoas não percebiam Isso. Agora Bolsonaro está no mesmo propósito e não mudou de ideia há mais de uma década, mesmo podendo não guanhar a eleição continuou com seus valores, não tem nada que o compromete em seu passado, algumas palavras talvez que todos os outros políticos também falou, e Moro sempre exemplar não tem o que falar sobre Moro.

  5. Bem se pensarmos que um filho de presidente teve evolução de seu patrimônio 432%, seu miliciano 1000%, miliciano que está envolvido em execução de Mariele, vizinho do presidente, ministro do STF que já defendeu gente ligada ao PCC, podemos concluir que isso é de menos!
    Uma pessoa pode escolher mudar seus rumos sem que isso implique em anula-la.
    Enfim, o que deve prevalecer acima de qualquer coisa é a verdade.
    Que a justiça prevaleça independente de tudo.
    Mas, o que é intolerável é um juiz que deveria ser o guardião da justiça, usar de meios ilícitos e ser pior que o criminoso a quem deve julgar.
    E se lembrarmos de suas participações comemorativas, teremos o tal juiz se assentando e se divertindo com Aécio, um dos mais corruptos do planeta.

    1. O juiz Sérgio moro e um grande juiz e agora monstro da justiça. Por isso esses canalhas corrupto estão com medo tem.que enquadra todos esses bandidos que roubaram nosso país. E jogar todos eles na cadeia junto com o Lula e seus apoiadores.

  6. Sobre o seu trabalho em casos de discurso da Primeira Emenda, Greenwald disse à revista Rolling Stone em 2013, “para mim, é um atributo heróico estar tão comprometido com um princípio que você o aplica não quando é fácil … não quando apoia sua posição” não quando protege as pessoas de que você gosta, mas quando defende e protege pessoas que você odeia”.

  7. Se esse tanga frouxa aparecer com a boquinha de chupar rola cheira de formiga e fizerem “mariellismo” para ele, será o momento ideal de dar um cacete coletivo para fazer esses PEÇONHENTOS voltarem para as tocas, se não quiserem a dedetização total.

    1. Acho que além dele, quem adora uma rola grossa é você, né? Saia do armário, guardar um desejo desse tamanho deve estar te fazendo um mal danado!

  8. E daí? Mesmo que a divulgação estivesse sendo realizada por Hitler, Stalin, Lúcifer e toda sua horda, o fato é o seguinte: Sérgio Moro e Delta Dallagnol atuaram de forma imoral e devem responder por isso.

    1. Não caia na pilha da mídia paga… eu sou assessor jurídico em um tribunal estadual há quase 10 anos… não vi nada de grave nas mensagens. Normal advogado conversar com juiz (é direito deles ser atendido em gabinete, até), e o mesmo vale pra promotor. Isso tudo é fumaça, espuma, pra animar a militância (os walking dead deles).

  9. Por favor, não se esqueçam que Glenn estava intimamente ligado a Snwden, aquele que hackeou e publicou segredos da NSA (National Security Agency) dos EUA. Com ele deve ter aprendido a hackear e agora, livre no Brasil, colocou em prática sua nova ação criminosa. Prendam ou deportem este atuante militante de causas escusas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like