A cara de pau dos receptadores de supostas mensagens roubadas não tem limites.

O site de extrema-esquerda The Intercept Brasil divulgou novas “mensagens” nesta sexta-feira (28).

Só que na versão inicial divulgada parte da conversa é atribuída a Ângelo Goulart Villela, procurador preso em 2017.

Percebendo o erro, o Intercept editou a conversa rapidamente para “Ângelo” e magicamente ele virou Ângelo Augusto Costa. Mas o santo print salvou a manipulação:

Versão inicial divulgada pelo Intercept: “mensagens” de procurador preso
Versão atual: o autor da “mensagem” magicamente mudou
A guerra pela aprovação da Reforma da Previdência continua. Faça parte: clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like