Dois membros da facção criminosa Guardiões do Estado (GDE) foram presos em Fortaleza, Ceará, por ameaçarem eleitores de Jair Bolsonaro (PSL) nas redes sociais.

Lucas Cavalcante de Anastácio, 21 anos, e Alan Izidio Monteiro, 32, foram detidos na manhã da última terça-feira (16) no bairro Vicente Pinzon após denúncias anônimas. Com Lucas, a Polícia encontrou uma pequena quantidade de maconha.

Segundo a delegada adjunta do 9° DP, Gêrda Monteiro, as denúncias chegaram no fim de semana e policiais civis localizaram os suspeitos de espalhar ameaças à comunidade em publicações nas redes sociais WhatsApp e Facebook. Os suspeitos diziam que “toda ação tem uma reação” e que eleitores de Bolsonaro “seriam cobrados pelo crime” se fizessem qualquer manifestação de apoio ao “Bolsomerda”.

Membros de facção criminosa são presos por ameaçarem eleitores de Bolsonaro nas redes sociais

Nota da Polícia Civil na íntegra:

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio do 9º Distrito Policial, informa que duas pessoas foram presas em flagrante e autuadas, nessa terça-feira (16), por integrarem e promoverem organização criminosa. Os presos foram identificados por Lucas Cavalcante de Anastácio (21), com passagem por roubo e associação criminosa, e Alan Izidio Monteiro (32), com passagem por roubo. Durante a abordagem policial, nada de ilícito foi encontrado com o indiciado Alan Izidio Monteiro. No entanto, em posse de Lucas Cavalcante de Anastácio, foi encontrada uma pequena quantidade de maconha, tendo o mesmo sido autuado também pelo delito de uso de entorpecentes. As apurações seguem em andamento.

Contribua com o trabalho da Agência Caneta: clique aqui

3 comments
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like