Em trechos do programa “GloboNews Especial – Refugiados Urbanos da Violência” que foi ao ar no último domingo (04), a analista Silvia Ramos, cientista política do CESec (Centro de Estudos de Segurança e Cidadania da Universidade Cândido Mendes), afirma que traficantes são “jovens do varejo do tráfico” e que os bandidos compram fuzis por causa da… polícia.

Segundo Silvia, “entupiram os presídios com esses jovens do varejo do tráfico e esses jovens caíram nas mãos dessas facções”. Para a analista, o problema dos criminosos fortemente armados é causado pela polícia. “O fuzil é também um instrumento de locação, de compra e venda, de negócios, e o responsável por essa expansão são as políticas de segurança que acabam estimulando os criminosos a comprarem mais fuzis para combater os fuzis das forças de segurança“.

Silvia Ramos também faz parte do conselho do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a principal fonte de informações da velha mídia sobre segurança pública.

Confira o trecho surreal abaixo:

Contribua com o trabalho da Agência Caneta: clique aqui

15 comments
  1. Meu Deus, é por idiotices como estas ditas por esta esquerdopata que a esquerda está despencando.
    O povo por mais iletrado que seja, não acredita mais neste discurso, parece que ela está chapada, só com muita nóia na cabeça para defender uma tese destas. Os esquerdóides só falam para eles mesmos, parece um dialeto
    que só eles entendem.

  2. Essa energúmena, embora opinando pelo lado do crime, acabou corroborando a visão do Witzel e de todos nós que queremos o fim dos criminosos. Se são soldados portando armas, então o lado do bem deve enfrentá-los e neutralizá-los, já que ameaçam vidas úteis à sociedade.

  3. mas ela está certa, eu não vi a entrevista inteira, vamos ver, antes de julgar tb…. pq a politica de segurança frouxa hoje, permite isso, então é graças a ela… de certa forma, ela não está errada.. se alguém tiver o link com a entrevista completa, para ter a certeza de todo raciocínio dela, seremos mais prudentes, não vamos cometer o mesmo erro que os jornais fizeram com Bolsonaro, editando várias falas dele….

  4. Putz! Como essa mulher é mal informada (burra mesmo!). No início da escalada da violência, nisso já se vão uns 50 anos atrás, quem estiver na faixa dos 60 anos pra mais, vai se lembrar. – A policia usava uns revolveres 32, e alguns o 38. Daí, os traficantes começaram a usar armamentos mais peados, como carabinas e cartucheiras, e a polícia, muitas vezes, ficava indefesa diante de tais armamentos. Mais a frente, os marginais começaram com o uso de armamentos de uso militar , e a policia continuava com seus revolveres 38.
    Portanto, foram os marginais que começaram com o uso de armamentos militares, somete após um bom tempo, que a policia foi armada com esses equipamentos. Foi justamente o contrario!
    O mesmo está acontecendo agora, onde os marginais aumentaram o calibre de seus armamentos, e a policia está sendo treinada pelo exercito, para posterior uso de armas mais potentes. Como o uso da “.50”.

    1. Alexandre Oliveira Maltezi posso compartilhar teu comentário literalmente, com a devida autoria, para fortificar meu argumento numa resposta a esse assunto no facebook?

    2. Perfeito o comentário, vide o filme “Cidade de Deus”, mostra exatamente o que vc falou. Bandidos fortemente armados naquela época e a polícia totalmente fragilizada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like