Além de ter sido candidato a vereador do Rio de Janeiro pelo Partido dos Trabalhadores (PT) em 2004, o atual presidente da OAB, Felipe de Santa Cruz Oliveira, foi filiado ao partido de esquerda por quase 8 anos.

Segundo dados oficiais do TSE, Felipe se filiou ao PT no dia 05 de maio de 2001 e pediu desfiliação do partido no dia 12 de fevereiro de 2009.

No período em que foi filiado oficialmente ao PT, Felipe fez mestrado em Direito e Sociologia pela Universidade Federal Fluminense – UFF (2000-2002), no qual dissertou sobre o Direito do Trabalho, e foi professor nos cursos de Direito das Universidades Cândido Mendes (2001-2005) e Santa Úrsula (2001-2002).

Pouco mais de três anos após se desfiliar do PT, Felipe foi eleito presidente da OAB/RJ em novembro de 2012 com apoio do então presidente da seção, Wadih Damous, outro filiado ao PT. Posteriormente Wadih foi eleito deputado federal (2014-2018) pelo PT.

Isso explica o presidente da OAB defender o fim da Lava Jato, chamar advogados de “filhos da p…” nas redes sociais, ter um escritório que recebeu mais de R$ 1 milhão da Petrobras sem licitação e afirmar que Sergio Moro é “chefe de quadrilha”.

Imagem da candidatura de Felipe Santa Cruz a vereador do Rio de Janeiro pelo PT em 2004. Fonte: TSE.
A guerra pela aprovação da Reforma da Previdência continua. Faça parte: clique aqui

7 comments
  1. Estou muitíssimo envergonhado em ter esse gangster petista como Presidente da nossa OAB! Ele não me representa e jamais me representará! Em mais de 30 anos de profissão nunca presenciei tamanha vergonha!
    Ele vem violando diariamente o nosso Estatuto e o nosso Código de Ética, sem qualquer admoestação pelo Conselho Federal.
    E porque isso ocorre? Porque foi esse mesmo Conselho que o escolheu indiretamente para presidir a OAB!
    É chegada a hora dos advogados de bem se unirem para defenestrar esse indivíduo pernicioso, não só da Presidência da Ordem mas, também, dos nossos quadros profissionais!
    Ele envergonha os advogados ao defender o fim da operação lava jato, ofender a honra de colegas de profissão e de magistrados honrados, sérios e patriotas, seguindo impunemente em sua sanha incontrolável de querer nos impor a aceitação expressa da sua inaceitável conduta, que só contribui para desonrar toda a nossa já tão desacreditada classe perante a sociedade brasileira!
    À propósito, esse sujeito deveria ler e respeitar o que reza o artigo 31 do nosso Estatuto:
    EAOAB – Lei nº 8.906 de 04 de Julho de 1994 – Dispõe sobre o Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
    Art. 31. O advogado deve proceder de forma que o torne merecedor de respeito e que contribua para o prestígio da classe e da advocacia.
    § 1º O advogado, no exercício da profissão, deve manter independência em qualquer circunstância.
    § 2º Nenhum receio de desagradar a magistrado ou a qualquer autoridade, nem de incorrer em impopularidade, deve deter o advogado no exercício da profissão.

    1. Qur esfa jogo não e partido qual ou ele apoia presidente da OAB, ele representa nacao perante órgão cargo ocupa , esquerda ,direita estamos campanha ,quem esta palanque e presidente em tudo fala faz #avante Filipe Santa Cruz

    2. Aceita q dói menos, causídico!
      Há 10 anos q o Dr. Santa Cruz se desfiliou do petê, poquê o ódio???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like