Os ministros da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram julgar mais dois habeas corpus apresentados pela defesa do criminoso condenado Lula.

No primeiro, a defesa questiona a atuação do relator da Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Felix Fischer. No segundo, pede a suspeição do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, durante o processo no qual o ex-presidente foi condenado.

A Segunda Turma do STF é composta por Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, normalmente favoráveis ao criminoso petista; Edson Fachin e Carmen Lúcia, normalmente contrários; e Celso de Mello, decano que costuma ser o fiel da balança.

Hoje, Gilmar Mendes já se manifestou a favor de que Lula seja solto mesmo que os julgamentos não sejam concluídos nesta terça-feira. Com o recesso em julho, a próxima reunião da Segunda Turma do STF será apenas em agosto.

A guerra pela aprovação da Reforma da Previdência continua. Faça parte: clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like