Mídia ignora morte de eleitor de Bolsonaro espancado por petistas Camilo Caetano

O vendedor de livros Valdenir Mendes Cirino, eleitor de Jair Bolsonaro (PSL), morreu no último sábado (20) após ser espancado por petistas em Fortaleza-CE. O corpo foi sepultado no último domingo (21).

O caso foi ignorado por toda a velha mídia nacional até o momento.

De acordo com a esposa, grávida de três meses, Valdenir saiu de casa no dia 11 de outubro para aproveitar algumas promoções de livros, mas voltou com vários hematomas. Ele relatou que foi abordado, na Avenida 13 de Maio, por um grupo de petistas que faziam panfletagem a favor de Fernando Haddad (PT). Após ter recusado o material de campanha e afirmado que votaria em Bolsonaro, o vendedor de livros teria sido espancado pelos petistas.

A Caneta buscou informações oficiais do PT Ceará e realmente houve uma panfletagem no dia 11 de outubro, iniciada às 16:13, no Shopping Benfica, localizado na esquina da Avenida 13 de Maio com a Avenida Carapinima. O website oficial do PT Ceará também apresentava a informação, mas ela foi excluída; a cache do Google, entretanto, ainda possui a versão original.

No mesmo dia 11, Valdenir foi levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bom Jardim e ao Hospital de Messejana, mas as dores continuaram nos dias seguintes. Ele foi várias vezes à UPA e ao hospital, onde era atendido, liberado e voltava quando sentia dores novamente. O vendedor de livros chegou a passar por exames de raio-X, eletrocardiograma e hemograma, mas seguia sentindo dores no tórax desde o espancamento. De acordo com uma vizinha que ajudou no socorro, o nariz de Valdenir tinha constante sangramento e ele vomitava sangue. No último sábado (20), Valdenir foi novamente à UPA, mas teve uma parada cardiorespiratória e faleceu.

Valdenir chegou a pedir perdão à esposa pela discussão. As filhas do vendedor têm 6, 15 e 19 anos de idade e a renda da família vinha do trabalho dele como vendedor de livros. A companheira trabalha em casa, fazendo costuras. Valdenir frequentava a Igreja Universal do Reino de Deus e era contra a ideologia de gênero.

O clima daqueles que moram na rua da família, na periferia da cidade, é de medo por causa da motivação política do crime. “Aqui a gente não diz em quem vota. Tem as facções”, disse um morador. Membros de facções criminosas foram presos na cidade por ameaçarem eleitores de Bolsonaro.

Investigação

Um Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado no 34º Distrito Policial e a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o crime. Os policiais buscam testemunhas e imagens das câmeras de segurança para identificar os assassinos. “Mataram meu marido e ele disse que muitos bateram”, relatou a esposa da vítima.

Com informações do jornal “O Povo”

Contribua com o trabalho da Agência Caneta: clique aqui

17 comments
  1. Assino embaixo de tudo descrito acima!
    São pouquíssimos os que são educados
    …A maioria desses eleitores é tudo gente bronca e sem educação mesmo!
    O novo governo vai dar um show e muita gente vai arrancar os cabelos, de tanto arrependimento…

  2. Porque a globo não divulgou? Respondo: porque
    Não é de interesse dela, pois não ganharia nenhum dinheiro com isso.
    Petistas mau carater, isso que são, estão desesperados pois , acabou a mamata de encher os bolsos com nossos dinheiro

  3. Eu nunca vi um esquerdopata pacífico. São todos agressivos e muito violentos. Basta você falar do Bolsonaro que eles já mostram a agressividade! E é só ver no YouTube a diferença entre os eleitores do Bolsonaro e do PT. O PT só tem gente ignorante e partem pra agressão física e verbal. Lamentável!

    1. Assino embaixo de tudo descrito acima!
      São pouquíssimos os que são educados
      …A maioria desses eleitores é tudo gente bronca e sem educação mesmo!
      O novo governo vai dar um show e muita gente vai arrancar os cabelos, de tanto arrependimento…

  4. Esses esquerdistas não tem apreço algum pela vida humana a não ser a própria! Veja a ditadura sanguinária da Venezuela que eles apoiam incondicionalmente! ASSASSINOS!!!!!!!! Dia 28 é 17!!!!!!!!!!

  5. Mas se as investigações ainda estão acontecendo, por que a matéria já diz que foi morto por petistas? Não tem prova nenhuma ainda. Esperem a polícia investigar primeiro.

    1. Convorfo com você que deveria mesmo haver investigação e apuração antes de ser publicado qualquer fato nas mídias, mas ninguém tem poupado quem quer que seja do Bolsonaro. Um peso e duas medidas? A menina da suástica budista, não nazista como afirmou, acusou apoiadores de Bolsonaro, contou mais de uma versão e a mídia propagou aos quatro ventos. Não esperou investigação alguma e somente agora saiu o resultado: ela mesma provocou as lesões e agora responderá por falsa acusação de crime. Como é que fica isso?

      1. Falou tudo que penso, Vera Lima, tá demais esse negócio de poder sair acusando as pessoas de acordo com conveniências, assim como tá demais a SELETIVIDADE ABSURDA DA MÍDIA em relação a isso. “Um peso e duas medidas” como vc diz e exatamente o que a matéria aborda, PQ ISSO NÃO SAIU NOS TELEJORNAIS?

    2. Perfeito Carlos! Precisamos ser neutros, sobretudo os de Bolsonaro. Ainda que for para o bem geral, ainda que os resultados das eleições não satisfaçam, é preciso acreditar que “tem mais Gente” enxergando – Deus está no comando e só comerão capim os que Ele quiser! Eu entendo que os políticos (todos) estão de um lado e povo de outro. Umas três ou quatro vezes me espantei com reações burras, comentários indevidos do lado de Bolsonaro, embora estando bem nas pesquisas. Ora; pra que os comentários se não é para o adversário subir? Acho que o povo está só; esta tudo dominado! Se quiserem resolver, antes de “4 estrelas” falar, bom seria DITADURA já…

    1. Tem treta no facebook. Muitas postagens não consigo compartilhar. No zap tb. Minha internet cai toda hora e o horário está sendo modificado em 1 hora a mais desde domingo passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like